Homenagem a Waldemar Henrique

O Monumento ao maestro Waldemar Henrique foi construído pela Prefeitura de Belém para comemorar o aniversário de 383 anos da capital paraense. Está na praça de mesmo nome, localizada no bairro do Comércio e inaugurada no dia 17 de janeiro de 1999, juntamente com o monumento.
Na praça, foi criado uma ambiência que remete às criações musicais artísticas do maestro, como o palco que representa um piano e o parque infantil que representa um violão. No passeio, as pedras portuguesas formam as notas musicais da composição “O Canto do Uirapuru”. Em um painel em concreto instala-se a homenagem direta ao maestro, através da fixação da efígie de Waldemar Henrique. Sobre esta base, erguem-se as esculturas dos Encantados, como a Matinta-Perera, o Boto, a Iara, o Caboclo Falador, o Uirapuru, o Boi, entre outros, que lembram os personagens das lendas amazônicas cantados em suas obras. O regionalismo é ainda representado na concha acústica que remete a uma cuia de tacacá.
É do então prefeito de Belém à época da inauguração, o arquiteto Edmilson Rodrigues, projeto da Praça e do monumento. A obra, orçada em R$ 350 mil, foi executada em uma ação conjunta que envolveu a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), Fundação Parque e Áreas Verdes de Belém (Funverde) e Companhia de Transportes de Belém (Ctbel).
 
2017 monumentosdebelem | Direitos Reservados ao Projeto Transcodificações Urbanas